sandra aka margarete ~ acknowledgeyourself@gmail.com

declaração

Para efeitos sou alguma coisa velha à espera da nudez. Encubro plicas. Faltou-me indevida a burca vã. Apalpo vestes uma a uma adoptando as calças de minha mãe. Ambiciono entender de que contêm simples as papoulas Primavera adentro. Sou alguma coisa entre quatro estações. Esta carne arrefece se a afasto do isolamento. O esgar que aqui vêem acontecido é uma imitação reles à face. Consumi as expressões no curso de entender genuinidades. Restam esconderijos entre mim e mim. Estreita a emergência: agasalhar os recatos, são meus. O esgar que aqui vêem acontecido porventura verídico.

8 comentários:

Scarlata disse...

Muito bom.
8-)

marta (doavesso) disse...

verídico e muito claro, como sempre.

margarete disse...

obrigada :)

alice disse...

"Sou alguma coisa entre quatro estações (...) Restam esconderijos entre mim e mim. Estreita a emergência: agasalhar os recatos, são meus" sinto-o, mas aprendi a dizê-lo aqui, contigo. Obrigada :)

menina alice disse...

genuinidades e ingenuidades ficam tão perto, não é?

margarete disse...

isso é muito muito
obrigada, alice :)


menina-alice, faz tanto sentido isso! :D

menina limão disse...

lindissima, mesmo. já a guardei num lugar especial.

bruno disse...

muito bom, marguerete.
gosto do modo como torces
a sintaxe, para endireitar
o sentido.