sandra aka margarete ~ acknowledgeyourself@gmail.com

[ moagem da cachola nos dias úteis ]

Os meus dias, aproveito-os na morbidez das falas alheias,
esgoto frequências cuja utilidade não me cabe discriminar.
Recolho ecos desordenados. Demarco gavetas p’ra depois

amalgamar em toadas discernidas. Os dias, os mal moídos,
acarretam ricochetes atordoadores da minha voz. Ao início

da casa sai um corpo com cachola. Atrás do entardecer
neste edifício entranha-se A coisa, em rastejos andróides.
Disforme amasso de linguagens .defunta .abre-te mutismo.

2 comentários:

Scarlata disse...

Consegues por ordem nas palavras que me fascina.

Bom dia Maggie!

margarete disse...

que bom, scar ;)
obrigada

bom fim de semana!